Sérgio Vita

sergio-vitaphoto_blog

Para além de meu Mestre, meu Guia e meu amigo, Sérgio Vita é um esteta da luta. Professor incansável, treinador insuperável, o “Telinho” é um dos expoentes máximos do Jiu Jitsu em Portugal e a quem muito todos os que amam a Arte Suave devem, no que toca à promoção de um Jiu Jitsu saudável, integro e funcional.

Rigoroso nas aulas, mas sem deixar de ser expansivo e divertido Vita transmite segurança na apendizagem, uma segurança alicerçada na solidez da formação que ministra e cujos resultados estão demonstrados no palmarés desportivo da equipa Vita & Fetter Team. 

Idade e local de nascimento?

Rio de Janeiro 12/abril/1975 2.

Quando decidiste “quero ser professor de JJ”?

Não decidi, quando vi ja estava… Mas começei por me dedicar muito ao Jiu Jitsu e a ajudar meu professor Léo “D`ilha” Borges nas aulas. Depois e em 1996 recebi uma proposta para dar aulas num condominio, pedi autorização ao Léo, e desde então passei a fazer de um hobby minha profissão.

 Qual o teu maior desafio enquanto professor?

Em primeiro lugar é contribuir para o desenvolvimento desportivo geral, mais focado no jiu-jitsu, claro!

Em segundo lugar é fazer com que o processo de ensino e aprendizagem tenha eficacia de levar todos os alunos a uma autonomia, ou seja, fazer com que meus alunos ja não precisem de mim. Pois o papel do educador é tornar-se obsoleto, levando o aluno a não ter mais o que aprender com o mestre, e seguir sem mais precisar do professor, e isso leva bastante tempo e dedicação de ambas as partes!

Terceiro é  não ter turmas diferenciadas em horarios diferentes, pois as aulas são mistas e com isso temos que trabalhar com o que temos, mas mesmo assim acho que dou conta do recado!! Para ter uma ideia, existe a regra dos 10 anos, onde o praticante so se torna grau maior em alguma modalidade com 10 000 horas de pratica, que da em média 10 anos. 4.

Como comparas o nivel de JJ praticado no Brasil com o praticado em Portugal (em faixas identicas claro)?

Acho que tem crescido muito o nivel técnico e o número dos praticantes de jj em Portugal, mas ainda esta longe do Brasil em muitos aspectos. Apesar de termos em Portugal bons professores e atletas que representam bem o nosso jj, bons exemplos são o David Valadares, Bertelim Semedo, Luisinho, Vitório e outros que sempre treinaram em solo Luso e tiveram uma optima prestação no ultimo Campeonato Europeu. Mas acho que faltam objectivos por parte da federação para desenvolver a modalidade, que é carente de campeonatos para dar mais bagagem a nossos atletas em Portugal. Mas o caminho é este, e aos pucos vamos crescendo, mesmo que seja em passos pequenos o importante é não parar e seguir sempre em frente! E fico feliz quando alguém vem a nossa academia e elogiam os alunos e ficam impressionados com o nivel de nossos atletas!

Preferes usar o termo Gracie JJ ou Brazilian JJ?

Não tenho problemas em usar os dois, pois no Brasil o Jiu-Jitsu é apenas Jiu-Jitsu e mais nada, lá só se conhece e pratica um jiu-jitsu, o criado pela familia Gracie, fora do Brasil é que existe esta referencia, mas o certo é que usar um termo é o mesmo que usar o outro, e ambos são sinonimos. É inquestionavel que o nome Gracie estara ligado eternamente ao bjj, pois eles é que tornaram o jj brasileiro, mudando a nacionalidade de uma luta, criando um desporto nacional e a modalidade de combate que mais cresce no mundo, e senão fossem eles não existiraia o nosso jj! Devemos ser gratos aos Grandes Mestres Carlos Gracie, Osvaldo, Gastão, George e Helio Gracie que defenderam o jj quando ninguem acreditava!!

Anúncios
por Zack

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s