Leo Vieira, o Mágico.

Todos temos muitos lutadores favoritos. Uns porque admiramos as suas finalizações que nos imaginamos um dia fazer, outros pela glória alcançada, outros pelo que significam para o nosso desporto. Alguns dos meus all time favorites, estão já a sair de cena, outros já saíram mesmo e remetem-se à construção de equipas altamente competitivas. Vou portanto começar por enumerar os meus “velhotes” preferidos…

E o meu lutador preferido de todos os tempos é… Leo Vieira.

Pela técnica inultrapassável, pela pressão constante, pela criatividade das suas passagens, pela beleza do seu jogo e acima de tudo, pela humildade do discurso.

leo_orando

Um resumo dos melhores momentos do Leo Vieira aqui. Quem não conhece os seus embates titânicos com Vitor “Shaolin” Ribeiro? Ora ganha um, ora ganha outro… Um dos melhores embates, está aqui, porque o melhor… está sem dúvida aqui.

E os massacres aos japoneses? Quantos não bateram para o pequenino Leo? Com o seu jogo curto e que rapidamente muda de direcção, o brasileiro faz a minha luta favorita contra um japonês chamado Shinsuke Fukuzumi, que massacre.

Anúncios
por Zack

Dez mil e um.

Hoje o Black Java recebeu a sua visita n.º10.000, o que muito provavelmente faz de nós um dos, se não o, blog português de Jiu Jitsu mais visitado.

por Zack

Dia de festa

Este Sábado na minha Academia foi dia de festa. Graduações, risquinhos e exibição dos troféus do ano. Estavam lá quase todos, mas não todos.

Foi dia de discursos, de fotografias, de ansiedades e de preocupações.

Parabéns ao Urso, ao Charrua, ao Vitório, à Vera, ao Major, ao Ezequiel, ao Brunão Kings, ao Nascimento e ao Pata d’Urso.

Na secção Micro-Lutador, parabéns ao  Guto (Faixa Amarela), Gonçalo, Beatriz e Carlota (Branca/Amarela).

por Zack

Anatomia de um Faixa Branca tótó

Se achas que cais numa destas categorias… Fecha o blog, amigo. Isto não é para ti.

Faixa Branca Bad Boy Express

 É um faixa branca cheio de pose. Pratica Jiu-Jitsu há já vários meses. Adora ver vídeos de finalizações, anda pelo tatame com as mãos na faixa, que se torna inconscientemente na sua alegoria para o cinto das pistolas de um cowboy. 

Este Bad Boy, sonha em ter uma tatuagem de um dragão nos ombros, mas no fundo no fundo tem medos de agulhas.

 Coloca os paninhos do kimono e lugares pouco ortodoxos.

 Faixa Branca 100 anos.

 São pouco espalhafatosos, usam poucos paninhos, faltam muito às aulas. Têm picos de interesse, tanto passam uma semana inteira a ver vídeos de lutas na Internet, como estão duas semanas sem treinar. 

Já ouviram falar de um Hélio, mas não fazem ideia quem seja o Gastão. No trabalho vendem bem o Jiu Jitsu. Julgam-se letais, mas no fim de contas só sabem fazer força.

 Faixa Branca Dabliu, dabliu, dabliu, YuTubi ponto come.

 Pratica com alguma regularidade. Passa os fins de semana a fazer downloads de vídeos do YouTube. Tudo finalizações. É um mestre em dar cambalhotas, fazer guardas abertas e De La Rivas. Antes da aula começar gosta de mostrar os seus truques novos aos companheiros. 

Este faixa branca negligencia os básicos, pelo que rola sempre de quadril alto, permite espaços aos adversários e não tem um jogo definido. No entanto vai-se safando porque sabe umas finalizações. 

É trucidado pelos graduados. Tem uma tatuagem fatela de um dragão que retirou da Net e anda sempre com as unhas grandes.

por Zack

Campeonato da Europa – Conclusão

Os segundo e terceiro dias do Campeonato de Lisboa foram fortes em emoções…

No que respeita à minha equipa, consagrámos mais um campeão. Brunão Kings, foi campeão na faixa roxa Senior, com uma finalização sobre um tipo do Leste da Europa. Ora, equacionando o rácio atletas inscritos VS titulos obtidos e contextualizando o treino que a nossa equipa faz… Amador, por amor à arte, sem auxilio de cargas, nem de videos, nem de seminários, nem de nada dessas moderniçes que os franchisings Gracie por essa Europa fora utilizam… Os resultados da minha pequena Grande equipa foram fabulosos.

No campeonato dos grandes, não houve grande surpresa. Os irmãos Mendes limparam as suas categorias. O Langhi fechou o peso com o Lucas Lepri. Fábio Gurgel, fechou o peso com um tipo qualquer e Tarsis também se limitou a cumprir.

O Absoluto, foi talvez a grande emoção do dia, com Gustavo Campos a finalizar Cavaca com um um triangûlo depois de lhe ter estalo o braço num armlock a que Cavaca resistiu… com custos.

A foto em cima foi gentilmente cedida pelo fotógrafo-lutador Anderson Fetter 

por Zack