Sobreviver em primeiro lugar.

A motivação para actualizar o Black Java parece estar a voltar. Acho que vai e vem acompanhando os meus picos de evolução na Arte. Numa fase ascendente vou escrevendo, numa fase estacionária não sinto tanta vontade…

Os meus últimos rolas têm sido (na minha sempre suspeita opinião) bastante satisfatórios. Nas aulas damos séries de rolas de 5 ou 6 minutos de duração para cada um.

Nas duas últimas aulas rolei com faixas preta, castanha, roxa e azul velho. Bati uma única vez para as três faixas superiores à minha e finalizei um azul velho que desde a primeira aula tem sido mais um professor do que outra coisa. Claro que estou a dar o desconto do faixa preta ter andado a brincar comigo como uma Orca brinca com um golfinho capturado. Mas o castanho e o roxa, apesar de terem dominado (esmagado?) do primeiro ao sexto minuto esfalfaram-se para me apanhar…apanharam, mas suaram.

Como interpreto isso?

De duas formas… Uma é que o livro do Saulo Ribeiro está finalmente a dar frutos. O Saulo compartimenta o seu livro em capítulos atribuídos a cada faixa, eu ainda só li a fundo um dos capítulos, o capítulo dedicado à Sobrevivência.

O Juiz feito Jiu Jiteiro, defende a tese de que antes de se aprender a fazer finalizações complexas, cambalhotas impressionantes e começar a “matar a cabeça” com planos de jogo complexos, o iniciante, deve dar primazia à sua “sobrevivência”, aprender a defender bem o armlock, o joelho na barriga, a pegada pelas costas, evitar o triângulo, o estrangulamento cruzado.

Faz sentido.

Sobrevive primeiro, para conseguires a seguir pensar em atacar. No fundo isto não é mais do que ir ao encontro do que dizia Mestre Carlos. O Jiu Jitsu permite ao mais fraco sobreviver contra o mais forte.

E se o mais forte não tiver a pestana aberta, o mais fraco vai mesmo contra-atacar.

Quanto ao faixa azul velho, tem sido um amigo desde a primeira aula. Com conselho bem dados, dicas muito úteis e muitas finalizações pelo meio. Lembro-me de o julgar invencível (no meu campeonato).Os último rolas têm terminado com (ele finalizando) e dizendo: “Muito bem, estás muito bem.”

Ontem a criatura virou-se contra o seu criador e finalizei-o.

Sou faixa azul desde Fevereiro deste ano e ontem foi a primeira vez que me senti mesmo faixa azul.

Anúncios
por Zack

2 comentários a “Sobreviver em primeiro lugar.

  1. Ola!

    Gostou muito de teu blog. E bem escrito e gostou de ler sobre tua viagem em jiu-jitsu Brazileiro.

    Nos dois somos iguas en que somos faixa azuies. Eu recibi o minha faixa em Dezembro mais so agora estou sentindo como sou faixa azul.

    Em tres semanas bem o maestre do meu instructor para revisar o nosso progresso. Espero que ele vai a comfirmar o que eu estou sentindo.

    Cuando tems tempo visitte o meu blog a http://pestanabjj.wordpress.com. Gustaria ovir o teu opiniao.

    Chau e bom dia!

    -Jaime

  2. Excelente blog.

    Pelos vistos não é incomum ver pessoal a começar depois dos 30… um ano e meio para chegar a faixa azul! OK, já estou a ver o que me espera…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s